NOTÍCIAS

Exposição reúne, pela primeira vez, imagens de nomes como Goya e Munch

Publicado em 05/06/2018
Fonte: Correio Braziliense

Demorou mais de 10 anos para que a equipe do Itaú Cultural se debruçasse sobre o lote de 451 gravuras adquiridas pela instituição há quase duas décadas. Agora estudado, classificado e reunido de forma didática, um conjunto de 150 dessas obras assinadas por nomes que vão de Goya a Munch chegam ao público na exposição Imagens impressas: um percurso histórico pelas gravuras da coleção Itaú Cultural, em cartaz a partir de quarta-feira (23/5) no Museu Nacional da República.

O curador Marcos Moraes fez uma seleção cujo objetivo é contar um pouco da história da gravura. Quando ele começou a trabalhar na catalogação e seleção das mais de 450 obras, percebeu que poderia haver ali, por parte de quem idealizou o acervo, a intenção de narrar a trajetória das técnicas e estilos de gravuras ao longo dos séculos. Ele decidiu então manter essa estrutura didática nas 150 obras escolhidas.

...

Ut Quo Receodenti, gravura de Joannes Stradanus, maneirista do século 16 que gostava de alegorias

(foto: Iara Venanzi/Divulgação)


...

Clique aqui e leia a matéria completa.

ARQUIVO DE NOTÍCIAS
voltar
REALIZAÇÃO:
APOIO: