NOTÍCIAS

Gravura que não é gravura

Publicado em 19/09/2017
Fonte: Select.art.br

Da Gravura e Além, primeira individual de Cris Rocha em São Paulo, desafia o público com sua expografia e com a nova pesquisa da artista

Não fossem algumas dicas que revelam que a individual de Cris Rocha não exibe apenas gravuras, os trabalhos poderiam facilmente enganar alguém. Começando pelo título da exposição, Da Gravura e Além, as bordas entre linguagens artísticas vão aos poucos se dissolvendo e, junto disso, proveitosas discussões começam a se originar.

Com curadoria de Maria Alice Milliet, a exposição traz expografia cuidadosa e bem sucedida. Ao centro do espaço da ArteEdições Galeria, estão fileiras de pequenas gravuras em metal. Olhando atentamente para essas imagens feitas em água-forte, é possível identificar semelhanças com os trabalhos dispostos nas paredes. Isso acontece pois Rocha passou a incorporar a tecnologia em seu processo. A partir de ampliações digitais, a artista experimenta com a escala de suas imagens e as combina de diferentes maneiras. Agora, uma matriz maior pode ser agrupada a uma menor, o que não aconteceria da mesma forma com impressão de gravuras. Desse modo, novos universos se abriram em sua pesquisa.

Clique aqui e leia a matéria completa.

ARQUIVO DE NOTÍCIAS
voltar
REALIZAÇÃO:
APOIO: