NOTÍCIAS

Exposição destaca cinco séculos de gravura europeia no MNBA

Publicado em 14/11/2017
Fonte: O Globo

Técnica de impressão de imagens a partir de uma matriz rígida, a gravura tem raízes na Antiguidade e já era conhecida por egípcios e chineses desde o século II. No Ocidente, no entanto, começou a ser difundida apenas no século XV, a partir de diferentes técnicas e escolas. Ao ampliar a possibilidade de levar obras de arte a um número maior de pessoas, o trabalho dos artistas gravadores mudou a própria relação entre o homem e sua produção imagética, em conexão com as transformações tecnológicas de cada período, das prensas mecânicas à fotografia. Um recorte dessa tradição poderá ser visto na exposição "Imagens impressas: um percurso histórico pelas gravuras da Coleção Itaú Cultural", que será inaugurada nesta quinta-feira, às 18h, no Museu Nacional de Belas Artes, após passar por Santos, Curitiba e Fortaleza.

Com curadoria de Marcos Moraes, a mostra traz obras de mestres do Renascimento ao Pós-impressionismo, que mapeiam cinco séculos da produção gráfica europeia. As 143 imagens foram selecionadas de um total de 451 gravuras do acervo do Itaú Cultural. Elas são originárias da Europa, e nunca haviam sido exibidas no país antes da mostra itinerante.

Clique aqui e leia a matéria completa.

ARQUIVO DE NOTÍCIAS
voltar
REALIZAÇÃO:
APOIO: